Joia rara localizada no Municpio de Caapor / Paraba | انسانی حقوق | AMANAKHBAR 

Eduardo Ruman (In Memoriam)
Diretor-Presidente
Administrativo e Empreendedor
Denise Ruman
MTB - 0086489
JORNALISTA RESPONSÁVEL
The Biggest and Best International Newspaper for World Peace
Founder, President And International General Chief-Director  :  Denise Ruman - MTB: 0086489 / SP-BRAZIL
Mentor do Jornal / Mentor of the Newspaper  :  José Cardoso Salvador (in memoriam)
Mentor-Director / Mentor-Director  :  Mahavátar Babají (in memoriam)
Última Hora

Direitos Humanos / 22/11/2020


Joia rara é localizada no Município de Caaporã / Paraíba

0 votes
Credito das fotos : Clélia Toscano

MM Júiza Drª. DANIERE FERREIRA DE SOUZA

Jóia rara é localizada no Município de Caaporã / Paraíba, distante da Capital João Pessoa, aproximadamente 45 km. Caaporã é uma cidade de Estado do Paraíba. Os habitantes se chamam caaporãenses. O município se estende por 150,2 km² e contava com 21 828 habitantes no último censo. A densidade demográfica é de 145,4 habitantes por km² no território do município. Vizinho dos municípios de Alhandra, Goiana e Pitimbu, Caaporã se situa a 12 km a Norte-Leste de Goiana a maior cidade nos arredores. Situado a 37 metros de altitude, de Caaporã tem as seguintes coordenadas geográficas: Latitude: 7° 30' 57'' Sul, Longitude: 34° 54' 30'' Oeste. Ao nos depararmos com uma matéria intitulada “jóia rara“, imediatamente nos vem a mente uma pedra preciosa, um diamante, um brilhante, uma safira, uma esmeralda, coisa do gênero. Entretanto, nem sempre é assim, toda regra há exceção, as vezes encontramos jóias raras cujo aspecto é humano e nesse caso, definitivamente não pertence ao Reino Mineral tal Jóia, mas, ao Reino Animal. Coube tal honraria, tal descoberta, a sensibilidade do Nobre e Ilustre Embaixador da Paz, Dr. Celso Dias Neves, Presidente do WPO – World Parlament of Security And Peace, que juntamente com o auxílio do Corpo de Agentes de Inteligência pertencente ao WBI – World Bureau of Inteligency que é na realidade uma Instância Departamental de Serviço de Inteligência Operacional de Apoio inter-não-governamental às Forças Oficiais Nacionais e Internacionais de Manutenção da Paz e da Segurança. Localizar pessoas com esse perfil “ jóia rara “ principalmente em um ano atípico, de dor, de medo, de perdas em geral, de solidão, finalmente de pavor e de incertezas e que apesar de todo esse quadro, superou obstáculos levando em consideração a necessidade maior dos desfavorecidos da sorte, e por eles, lutando com bravura e justiça, quer na aplicação da Lei, quer na conciliação, quer na distribuição de bens materiais e espirituais tais como; uma palavra amiga, uma cesta básica, um medicamento adquirido, um emprego conseguido e etc, etc. Além do mais é público e notório o esforço depreendido todos esses anos em busca do melhor em termos de oferecimento Jurídico a população de Caaporã na medida em que recorre aos seus superiores através da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, quer na tentativa de Elevação da Comarca a 1ª Estância, quer na tentativa de conseguir Juiz Auxiliar e funcionários competentes para que juntos, possam oferecer o melhor àquela população digna de respeito. Agora não é mais segredo, ficou fácil descobrir que essa “Jóia rara” nada mais é do que a MM Júiza Drª. DANIERE FERREIRA DE SOUZA, Diretora do Fórum Des. Marcos Antônio Souto Maior. Continuando a busca de evidencias que comprovam definitivamente o excelente caráter, a alma sensível ao sofrimento alheio, sempre disposta a ajudar os necessitados, o valoroso respeito dispensado a equipe de funcionários sob a sua Autoridade, em tudo observa-se uma guerreira em pró dos Direitos Humanos para os Humanos Direitos. Finalmente, encontramos ela, a mulher, a guerreira, a mãe, a Magistrada, incorporando uma figura única na qual vislumbramos a imagem de uma Alta Comissária de Direitos Humanos, tamanho é o seu empenho nessa causa tão humanitária. Que brilhe a sua Luz, diria os mais sensíveis. Essas fotos abaixo representa a luta incansável dessa Magistrada junto aos seus Superiores pela Elevação da Comarca de 1ª para 2ª Entrância Elevação da comarca de Caaporã é discutida em reunião no TJPB Pres. Cavalcanti com a comitiva de Caaporã A elevação da comarca de Caaporã de 1ª para 2ª Entrância foi o assunto da pauta da reunião entre o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, e a juíza de Caaporã, Daniere Ferreira de Sousa. A reunião ocorreu na tarde desta terça-feira (07), no Gabinete da Presidência do TJPB. O encontro contou também com a presença do prefeito do Município, João Batista Soares; do presidente da Comissão de Prerrogativas da OAB-PB, Alisson Fortuna; da Ouvidora da Ordem, Larissa Bonates; e do advogado Tibério Barbosa, representante da Companhia de Cimento da Paraíba (Brennand Cimentos). A apresentar o pleito ao chefe do Poder Judiciário, a juíza Daniere Ferreira fez uma exposição de motivos, com dados referentes ao aumento de trabalho naquela unidade judiciária. A magistrada ressaltou que a comarca necessita urgentemente da elevação, por preencher todos os requisitos da HOJE – Lei de Organização Judiciária – e, ainda, pelo considerável número de processos que chega a ultrapassar a mil novos distribuídos por ano. Para justificar o pleito, a juíza enfatizou o fato da comarca contar com mais de 10 mil eleitores e com uma população superior a 40 mil habitantes. “Além do mais, a comarca aporta um grande polo industrial, logístico e hoteleiro do Estado da Paraíba, o que denota um crescimento a médio e longo prazo, no que concerne a quantidade de processos”, argumentou a magistrada. O desembargador Marcos Cavalcanti, após ouvir as reivindicações, pediu para juíza Daniere providenciar um novo relatório, com a atualização dos dados, para poder instruir o processo e levar o mesmo à apreciação do Tribunal Pleno. “Vamos instruir o processo para, em seguida, levá-lo à apreciação do Pleno. Da minha parte, o pleito terá todo o apoio”, garantiu o presidente do TJ. Credito de : Clélia Toscano Comarca de Caaporã realiza pelo 3º ano o “Natal com Justiça” doando 15 toneladas de alimentos Agora essas fotos representam o exaustivo trabalho em busca de alimentos ( Cestas Básicas ) junto aos comerciantes e outros segmentos visando amenizar a fome da população mais carente, na tentativa de alegrar o Natal: Essa foto representa a alegria do objetivo alcançado “ FAÇA UMA CRIANÇA SORRIR “ Comarca de Caaporã dá início à campanha “Faça uma criança sorrir” Iniciativa, que chega ao terceiro ano, visa arrecadar e entregar brinquedos em comemoração ao Dia das Crianças Juíza Daniere Ferreira A Campanha “Faça uma criança sorrir”, idealizada pela juíza Daniere Ferreira de Souza, responsável pela comarca de Caaporã, realiza, em outubro de 2015, sua terceira edição. O projeto visa a arrecadação e entrega de brinquedos para crianças carentes de escolas públicas e comunidades carentes nas cidades de Caaporã e Pitimbu e que ainda hoje continua com todos os esforços e sacrifícios pertinentes a própria campanha De acordo com a coordenadora da atividade, para 2015, o objetivo é superar a meta dos 2.000 brinquedos arrecadados. Os apoiadores da ação social são, basicamente, empresários locais, da Capital paraibana e da sociedade civil. “Estamos apostando em uma divulgação forte este ano para atrair mais patrocinadores”, destacou a juíza Daniere Ferreira. A magistrada explicou que a primeira etapa da atividade, que é realizada desde 2013, consiste na escolha de uma escola pública municipal, onde são distribuídos lanches, realizadas brincadeiras e entregues os brinquedos arrecadados para as crianças. “É uma pequena festa para eles, momento em que têm a oportunidade de pular, comer e se divertir”, destacou. “A oportunidade também é para ouvir os pais”, informou. “Não me restrinjo apenas ao aspecto da diversão. Os contextos sociais dessas pessoas carentes deixam muito a desejar. Procuro saber quais os problemas que eles enfrentam cotidianamente para acionar os órgãos responsáveis e auxiliar no que eu puder”, declarou. Em uma segunda etapa a juíza Daniere Ferreira, juntamente com sua equipe, visita comunidades carentes com o objetivo de distribuir o restante dos brinquedos arrecadados. A magistrada afirma que a interação entre o Poder Judiciário e a população não pode ficar restrita ao trabalho jurídico. “O contato direto com o jurisdicionado é muito importante para aprimorar a prestação jurisdicional”, concluiu. Doações – Para contribuir com a ação social, basta se dirigir ao Fórum Desembargador Marcos Antônio Souto Maior, localizado na comarca de Caaporã, ou enviar pelos correios os brinquedos. O endereço é Rua Presidente João Pessoa, s/n - Alhandra/PB - CEP 58320000. O telefone para contato é o (83) 32861188. Crédito de Marayane Ribeiro (estagiária) / Blog Eduardo França Essa foto representa o Tribunal do Júri, realizado com sucesso como todos os outros sob a Autoridade dessa Magistrada Essa foto é do Fórum em questão: Des. Marcos Antônio Souto Maior Por todas as razões acima expostas, resolve o Presidente do WPO- World Parlament of Security And Peace, Embaixador Dr. Celso Dias Neves, prestar justa homenagem a essa MM Juíza de Direito da Comarca de Caaporã/PB, concedendo-a nessa ocasião, o Diploma da Global Academy of Letters, conferindo-a o Título de Imortalidade, Titular da Cadeira Perpetua nº 004/PB, tendo como Patrono Rui Barbosa bem como o Diploma o PACIFICADOR, através do CPD – Corpo Diplomático da Paz, Órgão ligado ao WPO- Parlamento Mundial de Segurança e Paz, tendo como Patrono o Excelentíssimo Embaixador Dr. Sérgio Vieira de Melo (in memory ). “ Daí honra a quem tem honra “ Essa é uma das máximas evangélicas, que nos sentimos felizes por realizar João Pessoa, 23 de novembro de 2020.
Miranez Matias do Vale Alto Comissário de Direitos Humanos- WPO Jornalista MTB 3239/PA - PB
Celso Dias Neves Embaixador Presidente da WPO Jornalista MTB 3414/GO - Jornalista Ireport CNN.

Fotos
15 fotos


Comentários
0 comentários


  • Enviar Comentário
    Para Enviar Comentários é Necessário estar Logado.
    Clique Aqui para Entrar ou Clique Aqui para se Cadastrar.


Ainda não Foram Enviados Comentários!


Copyright 2021 - Jornal Pacifista - Todos os direitos reservados. powered by WEB4BUSINESS

Inglês Português Frances Italiano Alemão Espanhol Árabe Bengali Urdu Esperanto Croata Chinês Coreano Grego Hebraico Japonês Hungaro Latim Persa Polonês Romeno Vietnamita Swedish Thai Czech Hindi Você